Voltar

Novidades

Tendências para tecnologia e desenvolvimento em 2015

Muita gente ainda acredita que o ano só começa mesmo depois do carnaval. Bom, eu posso dizer que 2015 já começou há um mês e meio e com todo o gás. Mas, se você ainda não parou para pensar no que este ano vai trazer, o que precisa ser estudado e os tópico que vão ser falados, essa é uma oportunidade: fiz uma lista com algumas das tendências que veremos na área de desenvolvimento em 2015. Aproveite!

Chat-ops

Um conceito novo referente ao ciclo de desenvolvimento, chat-ops é uma maneira diferente e inovadora de gerenciar e lidar com operação de produtos e serviços, onde é permitido a automatização de tarefas através de conversas com um robô (chat with bot). Funções como teste de versão e de integração, deploy e banco de dados são facilmente automatizadas, tornando o ambiente de produção mais seguro e protegido.

Cloud computing

Computação em nuvem vem ganhando espaço nos últimos tempos, e essa tendência vai se manter para o ano vigente. Alta disponibilidade, serviços auto gerenciáveis e facilidade de integração são apenas algumas das vantagens ao se adotar cloud computing. Conforme esse paradigma vai ganhando espaço e confiança das empresas e usuários, maior deve ser a sua absorção e utilização.

Vagrant e Chef

Ainda falando de ciclo de desenvolvimento, surgem dois grandes aliados na instalação e configuração de ambientes de desenvolvimento: vagrant e chef. Ambos têm como função provisionar e tornar disponível ambientes de desenvolvimento e homologação padrão, através de scripts e configurações pré-estabelecidas.

A partir disso, é possível ter uma série de ambientes de desenvolvimento, em vários estágios e sobre vários produtos, sem se preocupar com integridade ou diferença entre tecnologias utilizadas. Isso é alcançado através de virtualização dos ambientes, deixando cada um deles completamente desacoplado do outro.

Infraestrutura definida por software

Ao desvincular-se o desenvolvimento do hardware e do software dos equipamentos, há a possibilidade de conferir mais flexibilidade e agilidade na criação de novas arquiteturas e protocolos de comunicação.

Entretanto, surgiu recentemente um novo paradigma: redes definidas por software (software-defined newtork – SDN). É uma abordagem que permite, através de abstrações, que a rede de uma maneira geral possa ser definida via software. O objetivo dessa abordagem é obter maior flexibilidade e agilidade no desenvolvimento e utilização de redes.

Desenvolvimento seguro

Em 2014, segurança de informação se tornou um assunto muito comum. O número de ataques aumentou consideravelmente, o que fez com que o nível de preocupação tenha crescido também.

Logo, começam a surgir iniciativas cujo objetivo é tornar segurança algo natural e intrínseco ao desenvolvimento de novas tecnologias e produtos. Ferramentas que testam qualidade de código (tanto do ponto de vista de segurança como de melhores práticas e sintaxe) e se inserem na rotina de uma equipe de tecnologia e desenvolvimento.

É sempre importante salientar que, se segurança for uma preocupação presente desde o começo, o esforço em manter a sua aplicação estável e protegida é bem menor e menos arriscado do que tentar remediar ou apresentar uma “solução” paliativa, já em operação.

Conclusão

Estes são alguns tópicos que devem compôr a lista de tendências em tecnologia para 2015. Alguns com foco em dev-ops, outros com foco em novos paradigmas, todos eles já fazem parte de uma boa parcela dos processos e fluxos seguidos na concepção e manutenção de aplicações.

Desenvolvido pela Oásis Agência Digital